O remédio pra dor de cabeça favorito do Brasil.
Porque tem 3xtra alívio: rápido eficaz

Veja nossos filmes

X

O aplicativo que ajuda você a criar hábitos para melhorar a sua qualidade de vida.

As mulheres são as que mais sofrem com
a incidência e tempo de duração da dor

97%

tiveram dor de cabeça no último mês e a maioria destes (57%) teve de uma a duas vezes por mês.

38%

3 a 10 dores de cabeça apenas no último mês.

39%

tiveram dor de cabeça de 4 a 9 vezes nos últimos 3 meses e 17% de 10 a 30 vezes.

60%

dizem que suas dores de cabeça duram de 1 a 4 horas e 24% sofrem por mais de 4 horas.

Dor de cabeça por gênero

Os motivos citados
por quem sofre
com a dor de cabeça*:

Entre os principais motivos da dor de cabeça, o estresse é o mais comum, seguido de poucas horas de sono e problemas pessoais .

46%

Alto nível
de estresse

79%

Dedicam pouco
tempo para si

55%

Dormem de 6 a
7 horas por noite

49%

Praticam exercicios
fisicos regularmente

A dor que trava*

A dor de cabeça tem impacto negativo nas atividades diárias para 95% das pessoas fica difícil:

70%

Trabalhar

65%

Estudar

50%

Dormir

50%

Ativ.físicas

50%

Sair c/ Amigos

39%

Namorar

O que provoca a dor de cabeça para o brasileiro*

56%

Bebidas alcoólicas

48%

Alimentos gordurosos e frituras

42%

Cheiros de perfume e de gasolina

58%

Poluição

56%

Gripe

35%

Cólica menstrual

34%

Enjoo/Náusea

32%

Má digestão

HOMENS vs MULHERES*:

Os homens apresentam dor de cabeça esporadicamente ao longo da vida, não possuindo nenhum marco que indique o início da dor.

Já para as mulheres, a dor é um sintoma mais constante, 26% têm desde a adolescência.

Além das mulheres apresentarem mais dor de cabeça que os homens no último mês, elas também apresentam em maior frequência (acima de 3 vezes ao mês=51% vs 31% homens) e duração (acima de 4 horas= 30% vs 16% homens.

Algumas diferenças entre homens e mulheres que podem impactar nos sintomas:

  • Elas praticam menos atividades físicas (44% elas vs 56% eles)
  • São mais estressadas (alto estresse 48% elas vs 43% eles)
  • E dedicam menos tempo a si mesmas (não dedica 12% elas vs 6% eles)

Diferenças entre as regiões*

97% dos entrevistados tiveram dor de cabeça no último mês.

A região Nordeste é onde as pessoas menos sofrem de enxaqueca (33%). É lá também que as pessoas se declaram menos estressadas (44%) que o restante do Brasil.

No Sul, 27% dos entrevistados sentem dor de cabeça por mais de 4 horas seguidas.

Você sabia que o Sudeste é a região com maior incidência de dor de cabeça no (98%) país?

As principais formas de aliviar a dor para a população*

58%

Acreditam que relaxar, dormir e ficar sozinho diminuem a dor.

45%

Maior contato com a natureza

28%

Morar em lugar mais tranquilo

Outras curiosidades*

A dor de cabeça é um problema que afeta mais as mulheres (60%), sendo que 26% delas têm dor desde a adolescência, sentiram no último mês o sintoma mais de três vezes ao mês (51%), com duração de mais de quatro horas em cada ocorrência (30%).

Ao contrário das mulheres, os homens dormem menos, bebem e fumam mais, praticam mais exercícios e dedicam mais tempo a si mesmos. Eles afirmam ser menos estressados e têm menos enxaqueca. 23% deles tiveram enxaqueca nos últimos três meses versus 43% das mulheres.

Os homens tendem a ter dor de cabeça eventualmente (56%), enquanto há mais mulheres que convivem com a dor desde a adolescência (26%).

As mulheres têm dor de cabeça com maior frequência e duração que os homens (51% versus 31% no último mês).

No último mês, 51% das mulheres entrevistadas tiveram acima de três vezes dor de cabeça e apenas 31% dos homens se queixaram do mesmo. A média geral é de 4 vezes ao mês.

Entre os alimentos que podem causar dor de cabeça, 20% das mulheres elencaram o chocolate. E 61% dos homens, as bebidas alcoólicas.

7 a cada 10 mulheres brasileiras que apresentaram dor de cabeça no último mês afirmam que a menstruação foi a responsável.

*IBOPE Inteligência. Dor de cabeça. São Paulo: IBOPE Inteligência; 2016.

Pesquisa realizada pelo IBOPE Inteligência, a pedido da Takeda/Neosaldina, entre 15 e 25 de agosto de 2016 com 1.002 brasileiros entre 18 e 55 anos que tiveram dor de cabeça nos últimos três meses (maio-junho- julho).

Perfil dos entrevistados: o Homens (40%) e mulheres (60%) o Distribuídos entre as regiões Norte-Centro Oeste (17%), Nordeste (32%), Sudeste (40%) e Sul (11%) de acordo com a incidência de dor de cabeça entre brasileiros (fonte IBOPE Bus 2015).

75% trabalham, 57% deles de 6 a 8 horas diariamente. • 29% trabalham e estudam, 47% apenas trabalham e 6% apenas estudam. • 90% não fumam, sendo que 75% não fumam ou nunca fumaram

31% ingerem bebidas alcoólicas de 1 a 4 vezes ou mais por semana, desses os homens são 44%. • 79% dedicam pouco tempo para si • 55% dormem de 6 a 7 horas por noite

• No total, 17% não praticam exercícios e 34% praticam raramente. 49% dizem praticar esportes de 1 a 4 vezes ou mais por semana. • 46% afirmam ter alto nível de estresse • 20% tem asma/bronquite/rinite

35% apresentam enxaqueca, apesar de 54% afirmarem não ter ido ao médico para investigar as causas ou tipo de sua dor de cabeça.

Família NEOSA

Neosaldina® é um analgésico presente na vida dos brasileiros desde 1972 e é indicado para o tratamento de vários tipos de dor de cabeça. disponível em 6 apresentações: cartela com 1, 4 e 10 drágeas; caixas com 20 e 30 drágeas; e gotas. neosa, apelido carinhosamente dado à neosaldina® pelos próprios usuários da marca, é o remédio para dores de cabeça mais vendido no brasil.

(fonte IMS Health Auditoria Pharmaceutical Market Brazil. Classe N02B – MAT Jul/2015 – Reais PPP).

Existe uma neosa para cada tipo de pessoa. descubra a sua:

ENCONTRE UMA NEOSA

OK

Guia Rápido da Dor de Cabeça.

Sobre o que você quer saber?

GENÉTICA

Você acha que sua família pode ter sido a causa da sua dor
de cabeça? Bem, os neurologistas têm certeza. Já é comprovado
que algumas pessoas são mais suscetíveis a sofrer enxaqueca e
outras dores de cabeça por herança genética. Então, fique atento
se seus pais costumam ter muita dor de cabeça como você.1,2

TPM

Mais um motivo para achar
que TPM é mesmo cruel.
Além de sofrer com as crises,
algumas mulheres apresentam
piora da enxaqueca no período
pré-menstrual.3 Haja chocolate
para aguentar tudo isso!
(mas vai com calma, que
chocolate demais pode dar dor
de cabeça também, viu?).4

AS
PRINCIPAIS
CAUSAS
DA DOR
DE CABEÇA3

MULHER

Não basta aguentar
a TPM e depilação:
as mulheres ainda sofrem
mais enxaquecas que os homens.5

HOMEM

Já a cefaleia em salvas é mais comum
em homens, um tipo mais raro
de dor de cabeça que dói bem mais
das que costumamos ver por aí.6

Pra quê que serve?

A Neosaldina pode ser
sua amiga de diversas
maneiras: ela serve como
analgésico que diminui
a dor, além de diminuir o
calibre dos vasos
sanguíneos cerebrais e a
contração muscular
involuntária. Tudo isso faz
com que Neosaldina
seja indicada para tratar
dores de cabeça de vários
tipos e até cólica.7

Você sabia que
a cada segundo,
12 doses9de
Neosaldina são
consumidas
no Brasil?

3XTRA

Alívio: rápido eficaz

Todo mundo quer se livrar da dor de cabeça,
assim, ó, vapt-vupt. Por isso a Neosaldina
funciona muito. Ela tem 3xtra: a combinação
de três poderosos ativos com ação rápida e
eficaz no alívio das dores de cabeça.7

Cada comprimido
de Neosaldina tem7

  • 300 mg de dipirona.
  • 30 mg de mucato de isometepteno.
  • 30 mg de cafeína.

UMA NEOSA FEITA PARA DIABÉTICOS7

Sorriam, diabéticos:
com a Neosa gotas vocês
tem uma dor de cabeça
a menos. É que a
apresentação de Neosa
gotas não contém açúcar
e pode ser utilizada por
quem tem diabetes.

Fácil de
engolir8

A Neosa tá
longe de ser
só um rostinho bonitinho.
A forma circular
foi pensada
pra ser fácil
de engolir.

Como
a ciência
acontece?

300 mg de dipirona: a dipirona é um analgésico. Ela atua no sistema nervoso
central, bloqueando a ação de algumas enzimas e deixando a gente menos
sensível à dor.7

30 mg de mucato de isometepteno: faz o efeito conhecido como
vasoconstrição cerebral, que diminui o calibre dos vasos sanguíneos
da cabeça.7

30 mg de cafeína: a cafeína é um estimulante do sistema
nervoso central. Assim como o isometepteno, ela vai diminuir o calibre
dos vasos sanguíneos, sendo boa especialmente para enxaquecas.7

ACONTECE EM UM LUGAR
ESPECÍFICO DA CABEÇA?

Isso a ciência ainda não explica. O que sabemos no momento é que, na cefaleia,
a dor acontece pelas terminações nervosas ao redor da nossa cabeça
e que alguns outros tipos acontecem por vasodilatação. Mas ainda não há
estudos suficientes para indicar um lugar ou região específica
que aconteça especificamente no local da dor.10

Os tipos mais estranhos

Sexo

É raro, mas parece que a desculpa do “hoje não
dá, amor” pode ser pra valer.
As dores de cabeça que têm a ver com o sexo são
conhecidas como cefaléias primárias associadas
à atividade sexual e são divididas em dois tipos:
a cefaléia pré-orgásmica, que rola no começo da
transa, e a cefaléia orgásmica, que aparece justo
quando se chega aos finalmentes.11

Soneca Excessiva

Nem sempre cochilo
descansa a cabeça. Segundo os
especialistas, até dormir demais
pode causar dores de cabeça.12

No
Brasil

1

95% dos brasileiros vão encarar
uma dor de cabeça na vida.13

2

70% das mulheres e 50% dos homens
têm, no mínimo, uma dor de cabeça ao mês.13

3

E 13 milhões de brasileiros apresentam dor
de cabeça pelo menos 15 dias por mês,
o que chamamos de cefaleia crônica diária.13

Referências: 1. Brennan KC, Bates EA, Shapiro RE, et al. Casein kinase iδ mutations in familial migraine and advanced sleep phase. Sci Transl Med. 2013;5(183):183ra56, 1-11.. 2. Isaude.net. Mutação genética torna pessoas mais suscetíveis à enxaqueca [Internet]. Isaude.net. 2013 [cited 2016 Jun -6] Available from: http://www.isaude.net/pt-BR/noticia/34714/geral/-mutacao- genetica-torna- pessoas-mais- suscetiveis-a-enxaqueca. 3. Portal Saúde. Saiba mais sobre as causas e sintomas da enxaqueca [Internet]. Brasília: Ministério da Saúde; 2014 [cited 2016 Jun 6]. Available from: http://www.brasil.gov.br/saude/2014/10/saiba-mais- sobre-as- causas-e- sintomas-da-enxaqueca. 4. Minha Vida. Alimentos que podem causar dor de cabeça [Internet]. UMA-SUS – Universidade Aberta do SUS. 2015 [cited 2016 Jun 6]. Available from http://www.unasus.gov.br/noticia/alimentos-que- podem-causar- dor-de- cabeca. 5. Sociedade Brasileira de Cefaleia [Internet]. São Paulo: Sbcefaleia; © 2015. Cefaléia na Mulher [cited 2015 Set 16]. Available from: http://www.sbce.med.br/sbcefaleia/index.php/joomlart/diario-da- dor/44-cefaleia- na-mulher. 6. World Health Organization, World Headache Alliance, International Headache Society and European Headache Federation. Lifting The Burden. The global campaign to reduce the burden of headacheworldwide. Information for people affected by cluster headache. [Internet]. [cited 2016 Jun 6]. Available from: http://www.l-t-b.org/assets/98/91498A98-D07F- 9C38-9BCC46611D89FE2F_document/What_is_cluster_headache.pdf. 7. Neosaldina® [Bula]. São Paulo: Takeda Pharma. 8. ANVISA – Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Resolução – RE No. 5.006, de 23 de novembro de 2012. DOU – Diário Oficial da União. 2012 Nov;227(Supl):50. 9. IMS Auditoria Pharmaceutical Market Brazil. Classe N02B - MAT Abr/2016 – PPP. 10. DeGood DE. Dores de cabeça. In: Catalano EM, Hardin KN. Dores crônicas: um guia para tratar e prevenir. São Paulo: Summus; 2004. p. 207-16. 11. Queiroz LP. Headaches associated to physical efforts and to sexual activities. Migrâneas cefaléias. 2004;7(3):115-9. Available from: http://www.sbcefaleia.com.br/sbcefaleia/index.php?option=com_mtree&task=att_download&link_id=125&cf_id=24. 12. Sociedade Brasileira de Cefaleia/BVS MS. Saiba mais sobre a enxaqueca [Internet]. Brasília: Ministério da Saúde; 2014. [updated 2014 Sep 30; cited 2016 Jan 18]. Available from: http://www.blog.saude.gov.br/34489-saiba-mais-sobre-a-enxaqueca.html. 13. Sociedade Brasileira de Cefaleia [Internet]. São Paulo: Sbcefaleia. Ter dor de cabeça é comum, mas não é normal [cited 2016 Jun 7]. Available from: http://www.sbcefaleia.com.br/SBCe/index.php/pt-br/para- leigos/2-ter- dor-de- cabeca-e-comum- mas-nao- e-normal.

NEOSALDINA® É UM MEDICAMENTO. SEU USO PODE TRAZER RISCOS. PROCURE O MÉDICO E O FARMACÊUTICO. LEIA A BULA.